Você está aqui: Capa / Todo Conceito / Dependência Química é uma doença?

Dependência Química é uma doença?

Existem 246 milhões de usuários de drogas ilícitas no mundo.

depre

Pessoa em depressão

 

Estes números são surpreendentes e fazem parte do Relatório Mundial sobre Drogas de 2015 do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes – UNODC e que sinaliza que mais ou menos 5% da população mundial entre 15 e 64 anos de idade, pasmem, já usaram drogas ilícitas em 2013, ou seja, com certeza no momento que você estiver lendo este texto os números aumentaram.

Mas, respondendo a pergunta acima. Sim, Dependência Química é uma doença e reconhecida pela Organização Mundial da Saúde – OMS. Tem a Classificação Internacional de Doenças – CID-10 e que diz que são transtornos mentais e de comportamento decorrentes do uso de substâncias psicoativas. Tem cura? Não tem, é uma doença crônica, mas pode ser tratada e detida.

Mais alguns números para você perceber o quanto é realmente uma doença. Os chamados doentes com problemas chegam ao número de 27 milhões e metade, 13,5 milhões fazem uso de drogas injetáveis, isso mesmo, usam a droga injetando na veia.

No Brasil são números também fortes. Seis milhões de dependentes químicos e o que corresponde a 3% da população geral brasileira. É muita gente doente e pouca assistência.

Algo que precisa mudar nas pessoas é associar a uma fraqueza, a falta de força de vontade. Muitas chegam ao ponto de falar que os doentes são pessoas safadas e que não querem mudar.

Como é uma doença é muito importante passar a ter uma visão diferente deste doente. O transtorno é uma condição mental ou psicológica que pode afetar várias áreas da vida de um indivíduo e por isso, perder o controle após ingerir alguma substância que mexam com seu cérebro e é o sintoma principal, afetando a sua vida psicológica, emocional, física, espiritual e que vai destruindo a vida das pessoas aos poucos.

Por que é uma doença química? Depois das drogas usadas elas mexem com o metabolismo do corpo. O processo de dependência química começa no uso, são aquelas pessoas que usam, por exemplo, às vezes, passa pelo abuso, ela começa a beber muito em alguns períodos até chegar na dependência química.

Uma coisa que precisa ficar clara que existem drogas lícitas e ilícitas, que geram dependência e isso quer dizer que, o homem ou mulher que usa crack na rua é tão dependente quanto uma pessoa que toma remédios, como calmantes, de forma descontrolada sem prescrição médica.

Drogas:

Lícitas aquelas que são legais como:

– Álcool e Tabaco, o famoso cigarro. Tem também os remédios, moderadores de apetite, calmantes e por aí vai.

Ilícitas como o nome diz, ilegais como:

– Maconha, o crack, a heroína, cocaína entre outras.

Então resumindo:

Não tem mais essa, depois que você leu este texto, de achar que quem não consegue, por exemplo, parar de beber seja uma pessoa fraca, ela é um doente. A doença não tratada pode levar a 3 situações: prisão, clínicas e morte, não na mesma ordem.

Ah, um detalhe importante: a dependência química não escolhe raça, idade, homem ou mulher e classe social. Você pode achar dependentes usando nas ruas ou nas suas mansões.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll To Top