Últimas Notícias
Você está aqui: Capa / Todo Conceito / Hospital Regional Dr. Jackson Lago registrou mais de 2 milhões de procedimentos em 4 anos

Hospital Regional Dr. Jackson Lago registrou mais de 2 milhões de procedimentos em 4 anos

30 de setembro de 2019

Primeiro hospital entregue na gestão Flávio Dino, o Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro, garante a pacientes da região da Baixada Maranhense acesso a atendimentos de média e alta complexidade, incluindo o serviço de hemodiálise. Inaugurado em 28 de setembro de 2015, a unidade soma mais de 2 milhões de procedimentos.

“O hospital atende a população de 21 cidades e faz com que os atendimentos sejam mais próximos de casa, diminuindo a necessidade de deslocamento até a capital maranhense. Representou o início da regionalização da saúde e da qualificação da saúde no interior do Estado. Nos orgulha saber que ele é apreciado pela população, nos mostra que a decisão foi acertada”, comenta o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

A importância da unidade para mais de 500 mil pessoas da região se traduz em números. Em 4 anos, foram realizados 2.119.649 atendimentos e procedimentos, dos quais 16.714 internações, 12.235 cirurgias, 124.780 consultas médicas, 435.580 consultas multiprofissionais, 186.316 procedimentos ambulatoriais e 1.338.359 exames do Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapia (SADT). Além destes, foram 5.665 atendimentos durante os mutirões oftalmológicos.

Morador de São Bento, Pedro Celestino Campos Mendes, de 28 anos, sofreu um acidente automobilístico, que lhe deixou em um longo período de internação em um hospital municipal em São Luís. Sem movimentos nas pernas, permaneceu muito tempo deitado e acabou adquirindo das úlceras por pressão, popularmente conhecidas por escaras. Depois de ter alta médica, foi para casa, mas o quadro agravou, quando foi levado para o hospital em Pinheiro.

“Estava com uma anemia forte e as feridas infeccionadas. Desde que eu cheguei, eu comecei a me sentir bem. Desde lá na entrada, o rapaz me atendeu legal, conseguiu o acesso de primeira, que era muito difícil na época. Achei vantagem. Me sinto privilegiado, porque os cuidados têm sido cada dia melhores”, conta o paciente.

Pedro Celestino ainda inspira cuidados. Atualmente, a unidade está usando um curativo de alto custo para tratar o paciente. O Sistema de Terapia Integrada V.A.C. é uma forma não invasiva e avançada de cicatrização de feridas, que aplica pressão negativa controlada (sub-atmosférica) no local da ferida. Curativos de esponja especial permitem que os fluidos sejam drenados continuamente.

“O que mais me chama atenção é a descontração dos técnicos, enfermeiros e médicos, todos param para me ouvir, me perguntam se tenho alguma coisa para relatar. Acho ótimo aqui. Inclusive minha vó veio aqui outro dia me visitar e ficou encantada. Pediu para eu não pedir alta daqui, até sair bonzinho, até pelo amor de Deus”, brinca.

A unidade foi sendo qualificada ao longo dos anos. Em 2018, por exemplo, inaugurou o Serviço de Hemodiálise, com nove poltronas, sala de tratamento e equipe multiprofissional formada por médicos, enfermeiros, assistente social, nutricionista e farmacêuticos capacitados para este tipo de atendimento.

William Mendes Araújo é paciente renal crônico há quase sete anos. Antes precisava se deslocar para São Luís para fazer as sessões de hemodiálise, agora faz perto de casa, o que lhe incentivou a mudar muitos hábitos, passando a ser mais ativo.

“Isso reflete na minha qualidade de vida. Hoje, eu, que sou educador físico, trabalho em vários municípios, tenho vida ativa. Isso porque tenho oportunidade de fazer o tratamento de hemodiálise dentro da minha cidade. Tenho dito para todos que graças ao macrorregional, por ter trazido o tratamento para cá. Agradeço a todos os funcionários por darem toda estrutura pra gente com educação e carinho”, comenta.

O Hospital Regional da Baixada Maranhense Dr. Jackson Lago, em Pinheiro, possui 114 leitos, dos quais 10 de UTI – Adulto, com atendimento em internação hospitalar em cirurgia geral, cirurgia ortopédica, clínica médica e clínica pediátrica.

Os atendimentos ambulatoriais acontecem nas especialidades de cardiologia, cirurgia geral, clínica médica, gastroenterologia, mastologia, nefrologia, neurocirurgia, ortopedia, otorrinolaringologia, pediatria e urologia.

Hospital Regional da Baixada Maranhense, em Pinheiro
Internações – 16.714
Cirurgias – 12.235
Consultas médicas – 124.780
Consultas multiprofissionais – 435.580
Procedimentos ambulatoriais – 186.316
SADT – 1.338.359
Mutirões oftalmológicos (consultas, diagnósticos, cirurgias) – 5.665
Total de procedimentos – 2.119.649

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll To Top