Últimas Notícias
Você está aqui: Capa / Todo Conceito / Governo do Estado entrega novas unidades do Restaurante Popular para população

Governo do Estado entrega novas unidades do Restaurante Popular para população

09 de dezembro de 2019

Mais municípios maranhenses foram contemplados com unidades do Restaurante Popular, entregues pelo governador Flávio Dino, neste sábado (7). O Dia D de inaugurações priorizou cidades com baixo índice de desenvolvimento social. A medida integra o plano de expansão da rede de equipamentos de segurança alimentar, que vem sendo promovido pelo Governo do Estado, desde 2015. Nos últimos seis anos, o número de equipamentos aumentou em 86%, passando de seis para 43.

O Dia D de entregas dos novos restaurantes foi marcado pela presença do governador Flávio Dino na cidade de Cajari. O município está entre os 30 incluídos no Plano Mais IDH e a inauguração do equipamento serve de reforço às demais ações da gestão estadual na área da segurança alimentar. O objetivo é elevar os índices de desenvolvimento social destas localidades, reduzindo a insegurança alimentar e nutricional, além de promover cidadania aos milhares de beneficiados.

“Neste sábado fizemos a entrega de sete restaurantes populares e avançamos no programa de expansão desta rede. São espaços aptos a servir alimentação boa e acessível. Estivemos em vários municípios maranhenses com inaugurações na área social, sobretudo educação e segurança alimentar, utilizando os recursos públicos com seriedade, eficiência e foco naqueles que mais precisam. Agradecemos às prefeituras que somam conosco em todas as ações e são nossas parceiras nessa caminhada por uma Maranhão mais justo e igualitário”, pontuou o governador Flávio Dino.

A prefeita de Cajari, Camyla Jansen, agradeceu pelas iniciativas do Governo do Estado. “É um dia bastante importante para nós com a entrega desse pacote de obras. Estamos felizes em ver nossa população atendida com ações importantes e que vão fazer toda a diferença em nossa região”, disse a gestora.

Além de Cajari, as cidades de Aldeias Altas, Serrano do Maranhão, Conceição do Lago-Açu, Lagoa Grande do Maranhão, São Raimundo do Doca Bezerra e São Roberto ganharam uma unidade do restaurante popular. O vice-governador Carlos Brandão e secretários de Estados participaram da agenda nessas cidades.

Cada restaurante vai servir 200 refeições diárias, no valor simbólico de R$ 2 e funcionará de segunda a sexta-feira, das 11h30 às 14h. A produção das refeições se soma a uma série de serviços ofertados às comunidades, incluindo atendimento básico de saúde, atividades físicas e laborais, capacitação e oficinas.

Os restaurantes funcionam como Centros de Referência de Segurança Alimentar e Nutricional (Cresan) e ajudam a impulsar economicamente as regiões atendidas com a aquisição de no mínimo 30% de alimentos produzidos pela agricultura familiar das cidades onde funciona.

“Eu estou me sentindo feliz e satisfeita. É uma oportunidade de trabalho para muita gente e de ter acesso a uma alimentação saudável e tão completa como a que o restaurante oferece”, disse Raniele Silva, 25 anos, que foi contratada para trabalhar no Restaurante Popular de Cajari.

Expansão

Antes de 2015, apenas São Luís contava com restaurantes populares. O governador Flávio Dino determinou a ampliação da política de segurança alimentar nas cidades do interior do estado, contemplando municípios que possuíam indicadores de vulnerabilidade e garantindo alimento saudável. De 2015 para cá, já foram servidos mais de 16 milhões de refeições pelos Restaurantes Populares em todo o Maranhão.

Na Grande Ilha, há unidades nos bairros Anjo da Guarda, Cidade Olímpica, Coroado, Liberdade, São Francisco, João de Deus, Sol e Mar, Maiobão e Bequimão. No interior do estado, já existem unidades nas cidades de Açailândia, Chapadinha, Colinas, Grajaú, Imperatriz/Uemasul, Itinga do Maranhão, Lago da Pedra, Pedreiras, Santa Luzia, São João dos Patos, Tutóia, Vargem Grande, Alcântara, Zé Doca, Godofredo Viana, Viana, Bom Jardim, Centro Novo, Newton Bello, Satubinha e Itaipava do Maranhão.

O programa estadual é coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes) e além dos Restaurantes Populares, a rede de equipamentos de segurança alimentar inclui as Cozinhas Comunitárias e o Banco de Alimentos, que fica na Ceasa.

Sobre admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Scroll To Top