DM9 lança estudo sobre comportamento digital

Digigráficos, documentário exclusivo no YouTube, traz cinco perfis de consumidores digitais

Do site Proxxima

//www.proxxima.com.br/proxxima/negocios/noticia/2012/02/06/DM9-lan-a-estudo-sobre-comportamento-digital-.html

06 de Fevereiro de 2012  13:56

DM9DDB lança o estudoDigigráficos, que pode ser visto com exclusividade no brandchanel da agência noYouTube, com objetivo de analisar o comportamento do consumidor digital. O documentário conclui que no mundo digital não dá pra classificar as pessoas somente por meio dos critérios convencionais, como demografia ou mesmo perfis psicográficos. Com isso a agência criou cinco perfis de consumidores digitais: Imersos, Ferramentados, Fascinados, Emparelhados e Evoluídos. Os vídeos trazem análises dos especialistas da DM9DDB e dos profissionais da Vox Pesquisas, contratada pela agência no processo de investigação do estudo.

Para Cynthia Horowicz, vice-presidente de planejamento da DM9DDB, o estudo reforça o posicionamento da DM9DDB como uma agência convergente. “Geramos ideias e construímos marcas independentemente da plataforma. Para as marcas, o estudo será uma grande contribuição para que sofistiquem seu entendimento do consumidor na era digital”, define Cynthia.

Rodrigo Maroni, diretor de planejamento e estratégia digital, explica que essa nova classificação dos consumidores permite aumentar a eficiência das ações digitais. “Para se conectar com o perfil “Imersos”, é preciso saber conversar e dar valor para suas identidades virtuais, especialmente usando meios digitais, que é onde essas identidades ganham vida”, complementa Maroni.

Perfis
– Imersos: Tiveram parte de sua identidade definida a partir da tecnologia. Com ela, conseguiram “se encontrar”, definir melhor seus interesses e estabelecer melhores vínculos com o mundo. Suas personalidades e identidades foram definidas pela era digital, que os permitiu dar vida a mais personas.
– Ferramentados: recorrem à tecnologia para agilizar as tarefas, mas não a idolatram. A tecnologia os ajuda nas tarefas cotidianas, facilitam suas vidas. Mas não dependem delas nem são definidos por elas .Esse grupo é um exemplo de como as pessoas redefiniram a maneira como se relacionam com família, escolas, empresas e governo.
– Fascinados: querem parecer modernos e tecnológicos. Para eles, computadores, gadgets e hábitos da Era Digital são ícones da modernidade – e consumir essas novidades os ajuda a atestar que são antenados. Eles são um excelente exemplo de como o relacionamento com os outros foi bastante modificado.
– Emparelhados: a tecnologia é fundamental para pôr em prática os projetos da vida. Eles enxergam a tecnologia como a grande companheira para fazer o dia a dia acontecer. Sem ela, a vida fica extremamente complicada. Para este grupo, as máquinas são como uma extensão do seu corpo, potencializando suas capacidades humanas.
– Evoluidos: o universo das máquinas e da tecnologia é seu habitat. Esses são as crianças e os adolescentes que já nasceram adaptados e estão crescendo no mundo digital. Não conheceram o mundo pré-digital.

 

Na foto Rodrigo Maroni (diretor de planejamento e estratégia digital) e Cynthia Horowicz (vice-presidente de planejamento da DM9DDB)

 

Você pode gostar...