Eletricitários apresentam ao governador Flávio Dino pauta sobre soberania energética

17 de agosto de 2020

Nesta segunda-feira (17) o governador Flávio Dino dialogou com representantes do Coletivo Nacional dos Eletricitários de todo o País para debater sobre a importância da soberania energética, privatização, o papel do estado, os serviços públicos e a temática das águas no Brasil. 

“Com 30% da geração de energia do país e 45% do sistema de transmissão, a Eletrobrás atua como importante ferramenta de regulação de mercado. A empresa vende a energia mais barata do País, participa de leilões de geração e transmissão, evitando que a energia brasileira fique mais cara”, disse Fernando Pereira, coordenador do Coletivo Nacional dos Eletricitários. 

Durante a conversa, os representantes do Coletivo Nacional apresentaram ao governador dados sobre o potencial hidrelétrico do Brasil, 5º maior do mundo, sendo 45% da transmissão do país operada pela Eletrobrás. Eles apontaram ainda que países como Canadá, EUA, China e Noruega possuem hidrelétricas estatais e que, uma das consequências da privatização da Eletrobrás, seria o aumento na tarifa de luz na conta dos brasileiros. 

“Esse é um diálogo importante pois é um tema que envolve um conjunto de questões fundamentais e que devem estar na pauta da discussão nacional. Estamos falando de energia, economia, meio ambiente, renda e emprego. Hoje os representantes do Coletivo nos informaram que a Eletrobrás possui algo em torno de R$ 15 bilhões, valor que poderia ser utilizado em investimentos, apontando perspectivas importantes para emprego, renda e desenvolvimento sustentável no País”, disse o governador Flávio Dino, que é contrário à privatização da Eletrobrás. 

Segundo o Coletivo Nacional, a Eletrobrás apresentou lucro de mais de R$ 23 bilhões nos últimos dois anos, com geração de energia limpa, desenvolvimento, emprego e renda, que consolidam o Brasil como uma referência mundial em energia limpa.

Você pode gostar...