Obras executadas pelo Governo do Maranhão ajudam a minimizar a perda de empregos durante pandemia

11 de julho de 2020

A pesquisa com dados divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, mostrou que o Maranhão é o estado da Região Nordeste com o menor número de demissões no período de janeiro a abril de 2020. Já no mês de maio, o estado permaneceu com o menor índice da região.

Entre as iniciativas públicas e privadas para minimizar os impactos da crise na geração de emprego e renda, está o investimento do Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra), em obras de saúde, educação, manutenção e recuperação de rodovias, entre outras ações desenvolvidas.

Investimento na Saúde

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus, o Governo do Estado está realizando um investimento histórico na área da saúde para garantir que os maranhenses sejam bem atendidos. Isso significa, também, o aumento no número de contratações de profissionais para a execução das obras de construção, ampliação e melhoria das unidades hospitalares.

Por meio da Sinfra e em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e outros órgãos que compõem o Governo do Estado, os maranhenses, agora, podem contar com mais leitos nos hospitais macrorregionais em vários municípios, além de novas unidades de saúde que foram entregues à população.

No município de Santa Luzia do Paruá, por exemplo, a comunidade conta com o novo hospital que possui 60 leitos de enfermaria e 10 de UTI; em Viana, na Baixada Maranhense, pacientes com Covid-19 tem estrutura adequada para receberem atendimento; em Coroatá, o Hospital Macrorregional dispõe de dez leitos de UTI, 25 leitos de enfermaria, além da implementação de mais leitos exclusivos para tratamento do novo coronavírus; e em Lago da Pedra, o Hospital Regional possui uma estrutura com 50 leitos de internação e quatro salas de isolamento, com áreas totalmente estruturadas para receber possíveis casos da Covid-19.

Em Imperatriz, no Hospital Regional Materno Infantil, as obras de reforma, ampliação e modernização, que estão em andamento, foram aceleradas e adaptadas para o tratamento de pacientes, resultando em desafogamento das outras unidades do estado no município. Em São Luís, o Hospital da Criança foi reformado e a unidade foi entregue com uma ala exclusiva para receber pacientes com Covid-19 e H1N1.

Além disso, está em andamento a obra do Hospital da Ilha, em São Luís, que vai receber 212 leitos na primeira etapa, distribuídos em sete blocos de atendimentos. Na segunda etapa, serão totalizados aproximados 400 leitos de internação e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e a primeira Unidade de Tratamento para Queimados (UTQ). Na Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão, equipes trabalham na primeira fase de execução.

Outros investimentos

Apesar da crise sanitária causada pela disseminação do novo coronavírus, o Maranhão tem encarado esse desafio de forma estratégica, mantendo outras obras em andamento, o que corrobora para a geração de emprego e renda e movimentação da economia. Na área da educação, destaca-se a conclusão das obras do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) em Presidente Dutra.

Em andamento, as equipes da Sinfra executam o projeto das unidades do IEMA em Coroatá e São Vicente Férrer, cujos serviços estão bem adiantados. Ainda na educação, na Região Tocantina está em construção o Centro de Ciências Agrárias da UEMASUL, em Imperatriz.

Já nas rodovias estaduais, a Sinfra segue trabalhando na manutenção, recuperação, restauração e construção das vias que passam pelo Maranhão, visando garantir a mobilidade, trafegabilidade e segurança de quem precisa transitar pelas estradas. Atualmente 40 equipes espalhadas pelas 12 regionais do Estado estão trabalhando nos serviços.

Para o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto, apesar de um momento complexo devido à pandemia, o Maranhão está conseguindo enfrentar e vencer os desafios, cumprindo com os compromissos firmados com a população.

“Nossas equipes têm trabalhado incansavelmente para garantir que os compromissos que firmamos sejam cumpridos. Apesar do grande desafio que temos enfrentado em meio à pandemia de Covid-19, continuamos trabalhando, sob o comando do governador Flávio Dino, tomando todos os cuidados orientados pela OMS e, assim, conseguimos entregar obras e manter outras em andamento. Essa continuidade tem possibilitado a geração emprego e renda, o que minimiza os impactos econômicos da crise sanitária”, ressaltou o secretário.

O Governo do Estado trabalha, também, na construção de MA-245, que liga Lago da Pedra a Lagoa Grande do Maranhão; e a MA-320, entre Primeira Cruz a Santo Amaro. 

Estão em andamento, também, a construção de pontes, como a que liga os municípios de Central a Bequimão, uma das maiores obras em execução e que, em breve, vai interligar estes municípios a todo o litoral ocidental do estado. Outra ponte que beneficiará a população é a sobre o Riacho Magu, na zona urbana do município de Santana do Maranhão, além da ponte sobre o Rio Flores, entre as cidades de Porto Franco e Lajeado Novo.

Você pode gostar...